21 de out de 2012


GOSTARIA DE INFORMAR A TODOS AQUELES QUE TEM LIDO OS MEUS ARTIGOS, QUE EM NÚMEROS CHEGAM A QUASE TRES MIL PESSOAS EM MENOS DE UM ANO, QUE ESTE FOI O MEU ÚLTIMO ARTIGO.

GOSTARIA DE AGRADECER O APOIO DE TODOS E O CARINHO DAQUELES QUE ME ESCREVERAM.  ESPERO QUE POSSA TER AJUDADO DE ALGUMA MANEIRA POIS ESTE SEMPRE FOI O MEU PROPÓSITO.  MAS SINTO QUE O UNIVERSO NO MOMENTO ESTA ME CHAMANDO PARA OUTROS EMPREENDIMENTOS, OUTROS PROJETOS. DEIXAREI OS DOIS BLOGS ATIVOS, ASSIM QUEM QUISER PODE RELER OS ARTIGOS.  NÃO VOU DESAPARECER E SE TIVER UMA GRANDE INSPIRAÇÃO EU ESCREVEREI UM ARTIGO.  MAS PRECISO DESTE TEMPO PARA ME CONCENTRAR NO PROJETO QUE TENHO EM  MENTE QUE PODERÁ ALCANÇAR UM NÚMERO MAIOR DE PESSOAS.  NO MOMENTO TENHO UM PEQUENO PROJETO NO MEU FACEBOOK MILAGRES DA MENTE ONDE ESTOU LISTANDO OS 50 MILAGRES DO CURSO.  SE QUISEREM PARTICIPAR VISITEM O SITE.
PODEM ENTRAR EM CONTATO COMIGO ATRÁVES DO MEU WEBSITE, www.barbara@barbaragielan.com.  UM ABRAÇO CARINHOSO PARA CADA UM DE VOCES E OBRIGADA PELO APOIO QUE RECEBI.

2 de set de 2012

UNIDADE (ONENESS)


Revisão dos princípios da UCEM

 Unidade          ( Oneness)

Para compensar a sensação de separação, isolamento, a ilusão de que somos sozinhos, estamos sempre a procura de alguém ou alguma coisa que preencha o vazio que pensamos ter.  Por esta razão criamos relações especiais.  Isto é, formamos relações especiais com certas pessoas esperando que elas preencham o que pensamos estar faltando internamente.

Tentando preencher este vazio muitas vezes entramos em relacionamentos errados, com pessoas erradas,  muitas vezes aceitamos situações que nos fazem pensar que de alguma forma estamos menos sozinhos.

O mundo criado na mente que pensa separadamente do universo, é  basicamente incompleto, simplesmente porque não estamos preenchendo a necessidade inerente da alma. Esta maneira de pensar que geralmente é baseada em experiências  passadas, dificultam a experiência de Ser, criando um conflito constante interno.  Mesmo que este conflito não seja consciente, ele existe.

 Ao mesmo tempo que sentimos a separação, nos queremos aproximação, sempre a procura da experiência do Ser.

O propósito do Curso é substituir a idéia de separação por a de união.

Como podemos fazer isto?

Primeiro entender que é realmente impossível ser separado e aceitar que esta idéia faz parte da ilusão.

A segunda coisa que precisamos fazer é aprender a experiênciar esta unificação (Oneness) internamente, para eventualmente se tornar uma realidade.  Pedindo ao Espírito Santo, que é a parte da mente ligada ao divino, para lhe mostrar o que este sentimento significa.  Meditação pode eventualmente levar a mente a sua essência, onde a alegria e a paz residem. 

O propósito é remover as barreiras que impedem os sentimentos de amor e alegria que residem internamente começarem a ser sentidos em vez dos pensamentos gerados pelo ego.  Entrando em contato com a parte verdadeira que somos, do Espírito, a luz pode penetrar.

Para obter este nível de sentimento precisamos no principio usar a imaginação.  Imagine ser um SER perfeito e invulnerável em harmonia com tudo que existe.

Procure um lugar tranqüilo, de preferência onde possa  imaginar e compartilhar o seu Ser com a natureza,  a água, as arvores, os passarinhos, como parte de um todo.   

Imagine que não existem barreiras entre você e tudo que lhe rodeia.  A experiência de pertencer, de fazer parte de um todo é poderosa, porque vai a raiz de quem realmente é.
Praticando esta idéia, concentrando na área do coração em vez dos pensamentos da cabeça, aos poucos aceitando o que sempre soube, não ha separação

Isto pode ser feito em qualquer lugar onde se sentir confortável, se não tiver a natureza ao seu redor.  O importante é se ver parte de um todo.

Com o tempo e a pratica,  a pessoa pode ter acesso a este sentimento sempre que quiser. Passa a ser parte de quem é, de uma maneira mais consciente trazendo paz e calma internamente.  Mesmo que seja por uns momentos no começo ou por algumas horas mais tarde, este sentimento abre as portas para o Espírito Santo, a parte divina ser a força predominante pelo menos por uns momentos.  O importante é experiênciar em vez de pensar.  Cada vez que estas experiências ocorrem, a consciência expande e se aprofunda, trazendo insights da realidade divina.  Amor é a realidade divina.

Nestes momentos ou horas que dedicamos a parte divina somos unidos com tudo que existe e conseqüentemente com o Amor divino.

Oneness abrange cada pessoa, cada folha, cada cadeira e  mesa, porque faz parte da energia de quem somos.  O Ser é um com tudo que existe.

Eventualmente a imaginação torna-se realidade, trazendo a liberdade de amar, de Ser, de sair da ilusão.

Quando estamos em sintonia com este sentimento de unidade, estamos menos vulneráveis as idéias do ego de sermos sozinhos, dependentes de um sorriso, ou uma aprovação de outras pessoas.

Internamente sabemos que Deus é um e que todos nos participamos Dele. Estas experiências neutralizam os sentimentos de solidão que aparecem freqüentemente.  Uma vez que sentimos a unidade com o universo, podemos desafiar a idéia de solidão criada pelo ego. 

Nos temos este poder, “ A minha salvação vem de mim” diz a lição 70.
Esta lição afirma que tudo que acontece vem de dentro de cada um.  Podemos criar ilusões ou podemos criar o paraíso interno junto com Deus, junto com a harmonia do universo.

Gostaria de compartilhar com vocês de uma maneira mais pessoal e passar adiante o que aprendi com  os monges do Self Realization Center, fundado pelo o yogui Paramanhansa Yogananda, que uso muito com ótimos resultados.  Eles ensinam a pedir a Deus que se revele a você  “Please God, reveal Thyself to me”  Quando estou quieta, eu peço a Ele para se revelar a mim.

 Experimente, com toda a  fé que tenha dentro de si e me conte os resultados.  Amem.  




10 de ago de 2012

SIGNIFICADO E COMPETIÇÃO?


Como parte da minha revisão, decidi escrever sobre dois conceitos ensinados pelo Um Curso em Milagres, que pelo menos para mim, permaneceram por muito tempo um pouco obscuros. O primeiro é sobre o significado dos pensamentos e o outro é sobre a competição que pensamos ter com Deus.

 As primeiras lições ensinam que o que pensamos, vemos, não tem significado.  Tudo que damos importância neste mundo não tem significado no universo.
Alem destes ensinamentos, em varias passagens do texto, é ensinado que não vemos porque não queremos.  Simplesmente.  É uma decisão tomada pela mente.  Existe também um desejo de cada um manter a sua separação um do outro.

Quando o Curso diz que “seus pensamentos não significam nada” é porque estes pensamentos não são baseados na Verdade, na realidade universal. Os pensamentos que cada individuo tem é sempre relacionado com uma interpretação baseada nas suas experiências de vida.  O oposto acontece com a Verdade que apenas é.

O pensamento baseado no ego é sempre relacionado com o medo.  Mesmo quando feliz, a pessoa sempre sente medo da mudança que eventualmente ocorrera.  Por esta razão os pensamentos baseados no medo estão sempre sujeitos a interpretação.

De acordo com os ensinamentos, o significado só pode ser aplicado ao que é verdadeiro, impossível de ser interpretado de uma maneira ou de outra.  A mensagem é de paz e amor, que é independente das circunstancias da vida, dos pensamentos.

Aceitando estes ensinamentos, o estudante aceita também que ele é Espírito, ligado a mente de Deus.

Mais existe uma outra pergunta que é ainda mais profunda nestes ensinamentos.  Porque existe um desejo de negar esta Verdade?  Não existe um esforço consciente para negar estes ensinamentos mas eles fazem parte da mente coletiva do ego, que não quer aceitar que talvez exista uma outra maneira de se ver este mundo.

Porque de acordo com o Curso, estamos em competição com Deus. Como? Criando um mundo através dos pensamentos, criando um mundo separado, o ego quer manter este mundo.  Para a sua sobrevivência ele se recusa a aceitar qualquer outra possibilidade.

Mantendo o mundo criado pela mente egóica, participando desta mente, cada pessoa quer manter este mundo, se recusando a aceitar o mundo de Deus, principalmente porque muitas pessoas são tão viciadas no drama diário, que se torna muito difícil largar o hábito criado pela sua mente.

Quando o Curso ensina que devemos parar de pensar da maneira que estamos habituados,  treinar a mente a ver de uma maneira diferente, é porque existe uma outra maneira de se viver, através da visão oferecida pelo o universo.

Esta visão do mundo de Deus, aqui na terra, vem da parte divina que temos. Esta visão não gera medo, conflito, apenas amor.  Estar consciente da existência deste AMOR traz paz interna.

A visão nada mais é do que um estado de consciência de sua natureza, um estado de SER, de amor, de alegria, onde o ego não existe. A meta do Curso é ajudar o estudante a fazer a transição entre a mente inconsciente à consciente.  Do pensamento ao sentimento.

Estes ensinamentos são radicais e podem provocar medo em algumas pessoas, pela enormidade destas palavras.  A reação natural é de tentar ignorar estes fatos.  Mas em realidade o que e pessoa esta fazendo é apenas prolongando o sofrimento que o ego traz.  Para complicar, a identidade de cada um, infelizmente é baseada nos pensamentos que tem, mesmo quando esta maneira de pensar faz parte da ilusão.

Associando o pensamento, a conversa incessante que acontece na cabeça com a sua identidade complica mais ainda o processo.

A visão ensina a pessoa a sentir no “agora.”  O Curso trata o ego como se ele fosse um inimigo que devemos derrotar, porem ele nada mais é do que as experiências passadas de cada um. 

É muito difícil de se aceitar que as experiências passadas não tem significado. Mesmo os atos de amor que oferecemos as pessoas nesta experiência de vida, são apenas uma pequena parte do que somos capazes quando influenciados pelo o Ser. Mas para os que estão vivendo estas experiências elas são importantes porque escolhemos vir aqui para passar por experiências que pensamos ira nos ajudar.  Mas além do tempo, na eternidade, precisamos acordar internamente.  Esta é a diferença entre estar dormindo e estar acordado.
Infelizmente a maioria das pessoas ainda estão dormindo, mesmo quando são espirituais.  Estão dormindo porque ainda acreditam que são o seu corpo e que suas ilusões são reais.

Cabe aqueles que estão começando a acordar ter compaixão por aqueles que ainda estão dormindo, e tentar vê-los  através da consciência do SER em vez da interpretação do ego.

Todos estes ensinamentos devem ser entendidos para uma clarificação, mas em realidade as lições são o que realmente mudam a maneira de pensar.  O treinamento da mente é essencial para a modificação da mente.

Aprendendo estes conceitos não significa que o estudante precisa aplicar imediatamente nas suas vidas, apenas serve de uma relembrada que existe uma outra maneira de se viver.

Mas por outro lado se a pessoa quer realmente alcançar um certo grau de avanço espiritual, ela tem que começar a aplicar alguns dos conceitos ensinados pelo Curso na sua vida.  Cada palavra, cada gesto pode avançar a sua caminhada ou não.  Pelo menos, por exemplo a pessoa pode tentar não julgar, ser paciente, não falar mal dos outros, se recusar a entrar na mentalidade de linchamento mental onde todos estão sempre prontos a julgar um evento sem realmente saber a razão.

Atitudes como as que mencionei acima não se desenvolve de um dia para o outro e requer dedicação, e muitas vezes provoca frustração por termos falhado.  Mas como o Curso diz, podemos escolher novamente.

5 de ago de 2012

Como prometi, este artigo faz parte uma série de artigos que estarei escrevendo. Uma revisão dos conceitos. Obrigada pelo suporte que recebo  e suas visitas ao meu blog.  A minha ideia é de escrever sobre os mesmos princípios mas de uma maneira que possa incentivar novos insights .





Existe uma grande diferença entre os pensamentos que pensamos pensar, dos pensamentos que temos com Deus. Mas para transformarmos estes pensamentos de uma maneira positiva, precisamos experienciar os ensinamentos do Um Curso em Milagres.  A experiência de Ser é o que transforma a maneira de pensar e agir.

Aceitando que somos Espíritos eternos é o primeiro passo para uma mudança interna.  O Espírito é livre de qualquer restrição, é invulnerável, eterno.  Aceitando que somos Espíritos, aceitamos também que fazemos parte da mente de Deus.  Se imaginarmos Deus sendo uma força do bem, para o bem, temos que aceitar que existe dentro de nos a mesma força.

Todos os atributos relacionados com o Amor de Deus fazem parte de quem somos. Apesar do Curso escrever em quase todas as paginas que nos somos parte de Deus, existe uma grande resistência interna que duvida, que não aceita, que tem dificuldade de internalizar em principio que esta perfeição existe.  A força do ego é tão grande, que mesmo tentando praticar os princípios ensinados, nos voltamos para o que é conhecido.  Isto é, este mundo que criamos, cheio de sofrimento, ressentimento, ódio, falta de amor.  Não sabemos como viver da maneira ensinada pelo o Curso, porque acreditamos ser vulneráveis, sem controle das nossas vidas. 

A separação do universo, criou um mundo onde pensamos ser órfãos, sozinhos, vitimas de um mundo que é dificil cheios de altos e baixos, onde nada é permanente. Neste caos, tentamos controlar o nosso meio ambiente.  Mesmo aqueles que acreditam numa força maior, muitas vezes duvidam que estão sendo escutados.  As decisões tomadas no decorrer da vida, são sempre baseadas nesta solidão, onde temos que para sobreviver, lutar contra as vicissitudes da vida isoladamente.

A boa noticia dada pelo o Curso, é que não precisamos fazer isto sozinhos,  que se permitirmos a mente universal, a força interior que temos ser ouvida, que a vida que levamos se transformara.
Sabendo que somos Espíritos, não apenas este ego que persiste em relacionar tudo com as experiências passadas, projetando em todos o seu mau humor, desapontamentos, sua falsa imagem,  um grande alivio automaticamente deve ser sentido. 

Um Curso em Milagres ensina o estudante que existe um lugar mágico onde a mente esta acima deste “campo de batalha” alem dos pensamentos, alem da conversa que temos na cabeça, um mundo onde a paz reina, onde o Amor é real.  O mundo físico que criamos, começa a ser visto pelo que realmente é, um mundo de projeção de sentimentos imaginários que foram adquiridos durante as nossas experiências de vida.

A mensagem do Curso eh que somos Espíritos capazes de ir alem do que vemos, intocáveis, alem do corpo, alem da percepção, este é o mundo visto com a mente que dividimos com Deus.  Se permitirmos, aos poucos vamos nos aproximando da realidade de quem somos.

Como podemos fazer isto?  Como podemos mudar a maneira que sentimos internamento, para obter este estado de graça?

Experienciando os ensinamentos.  Trazendo o que aprendemos para o nível do sentimento.  Temos que sentir as palavras ensinadas.  Quando pensamos ser Espíritos, temos que fechar os olhos e sentir que somos um Espírito.
Cada lição é sempre um convite para internalizarmos o que esta sendo ensinado.  Sentir a Verdade, para que aos poucos esta Verdade seja o sentimento prevalente dentro de si. Com o tempo se torna muito fácil reviver estes sentimentos internamente. Uma prece ou alguns minutos de quietude, podem resgatar estes sentimentos de força interior. Com a prática, esta conexão com Deus é quase que imediata.  Mesmo que seja por alguns segundos, é o suficiente para trazer equilíbrio interno.

Elevar a mente ao nível do Espírito, é fundamental para o crescimento espiritual. Todas as mudanças que ocorrem são sempre no nível da mente.  Mas qual é a mente que queremos alimentar? 

O resultado de estar sempre lutando para alimentar o ego, é o sentimento de cansaço, de derrota que eventualmente começamos a sentir.  A sensação é de que estamos tentando subir uma montanha mas sempre escorregando no meio do caminho nos forçando a começar tudo de novo.

O Curso diz que nada pode existir a não ser por nossa própria vontade,  que o poder esta dentro de cada um e que  juntando  a nossa vontade com a vontade divina a transformação é certa.  Temos apenas que aceitar que existe uma outra maneira de subir a montanha.  

Experienciar os ensinamentos significa criar novos pensamentos para substituir os pensamentos da mente dominada pelo o ego. Mas para isto acontecer precisamos sentir a emoção destas palavras  Precisamos criar a experiência  interna e os pensamentos refletirão esta experiencia.  Eventualmente a projeção fara parte destes sentimentos de Amor.   

Aprendendo a ir alem dos pensamentos baseados no passado, podem causar medo, mas eventualmente, passara.  Com a ajuda do Espírito Santo, a sua mente divina, o nível da mente que pensa com Deus cada vez será mais forte.   Conflito, que tem sido uma constante internamente, aos poucos desaparecera. 

A parte mais importante do Curso são as lições porque força o estudante a repetir, experienciar, sentir os ensinamentos.  Aos poucos a estória do passado vai mudando. Aos poucos o estudante vai se sentindo cada vez mais forte,  abrindo espaço para a paz interna. 

A certeza de quem somos existe dentro de nos.  Apenas temos que trazer a tona, sentindo, experenciando, formando pensamentos que se relacionem com esta Verdade.  Imaginando uma flor desabrochando, trazendo a tona todas as dádivas divinas que sempre existiram dentro de si.  Reafirme cada Verdade, cada dia, que Es como Deus o criou.  Nada mais, nada menos.  EU SOU.

Prometo, que fazendo isto, seguindo os exercícios, sentindo cada palavra, cada aspecto positivo de sua personalidade criada a imagem de Deus, pedindo ao Espírito Santo ajuda, a transformação ocorrera.  Tente separar alguns momentos do dia para sentir a grandeza interna que tem.  Repita mentalmente que e´ invulnerável,  Um com Deus, cheio de Amor.  Quanto mais esta Verdade é aceita dentro de si, mais o seu Ser tem oportunidade de ser ouvido.

O propósito do Curso e´ ensinar o estudante substituir aqueles pensamentos que representam as suas experiências passados, por pensamentos que refletem a sua origem, quem realmente eh.  Internalizando os ensinamentos do Curso, é a direção certa para que isto aconteça.

25 de jul de 2012


Ha muitos anos atrás ouvi uma pessoa na televisão dizendo que cada ser humano tem um tema na sua vida, como por exemplo, a rejeição. Este tema pode ser qualquer outro,  causado pelas suas experiências passadas.  Mas que se a pessoa prestasse atenção ao seu tema ela poderia ver o que realmente se passa na sua mente e como ela manifesta a rejeição na sua vida. 

Desde então,  tenho prestado atenção no tema da minha vida e encontrado uma repetição deste tema, seja inconsciente ou não tão inconsciente, mas que gera situações que se ajustam ao que sinto internamente.

Através do Um Curso em Milagres, através do Espírito Santo este problema começa a ser amenizado e aos poucos retirado do inconsciente.  Quando trazido ao consciente, podemos continuar a pedir que este problema, a causa seja retirada da mente que sofre.

Quando o Curso se refere que precisamos ir acordando aos poucos, eh porque apesar de pensarmos que queremos tanto uma coisa, muitas vezes ainda existe uma luta interna para realmente deixar isto acontecer.

“A constancia da felicidade não tem exceções, não muda de forma alguma. Eh inabalável como o  Amor de Deus pela Sua criação.”
  
Eh muito difícil entender como manipulamos a vida através dos pensamentos.  Sempre dispostos a culpar alguém por acontecimentos que parecem estar alem do nosso poder, não vemos como manifestamos  situações que parecem provar o que pensamos.

De acordo com Neville Goddard, em seu livro 'Power of Awareness,"  existe um “core,” um centro interno, em todos os seres humanos,  que se ajusta a cada pensamento que temos para criar os eventos da vida de acordo com as mensagens recebidas pela mente.  Sejam estas mensagens boas ou mas  este core se modifica refletindo na via diária de cada um.  O propósito de livro eh ensinar como através de um processo especifico, podemos modificar a maneira de pensar, principalmente através da meditação.  Seus ensinamentos vão alem de apenas ter pensamentos positivos.  Provavelmente escreverei mais sobre este livro no meu outro blog Milagres da Mente.  O  Curso nos oferece o Espírito Santo para nos ajudar a lidar com o inconsciente.

Se temos um tema de rejeição, a qualquer momento estamos manifestando esta rejeição em nossas vidas.  Por isto eh tão importante pedir ao universo, ao Espírito Santo, que eh a nossa parte divina, que transforme a nossa maneira de pensar.  Não o efeito, mas a causa.

Precisamos entender que o pensamento eh o que faz a vida acontecer.  No livro escrito por J Z Knight,  intitulado RAMTHA,  que eh o mestre recebido por ela,  ensina entre outras coisas o que eh o pensamento. “ O que eh Deus na sua forma mais exaltada? Pensamento.  O Pai – a plataforma da qual você cria a sua vida, a substancia e forca que da vida a todas as coisas – na forma mais clara de entendimento, pensamento, o maior criador de todas as coisas que são, que já existiram ou existirão.  Pensamento eh a substancia da qual todas as coisas são criadas.  Tudo que eh vem primeiramente do pensamento, a qual eh a suprema inteligência, chamada a mente de Deus”

Este trecho acima faz parte da uma explicação vasta sobre o pensamento humano, suportando o que o Curso nos diz sobre o pensamento e a mente.

O Curso ensina “Percepção seleciona e cria o mundo que vemos. Ela literalmente escolhe segundo a direção da mente.  As leis de tamanho, forma e brilho poderiam talvez se manter, se outras coisas fossem iguais.  Elas não são iguais. Pois eh muito mais provável que descubras aquilo que procuras do que aquilo que preferirá não ver.”   “A realidade não necessita da tua cooperação para ser o que eh.  Mas a tua consciência da realidade necessita da tua ajuda, porque eh escolha tua”

Enfim, nada poderá mudar se não mudarmos a maneira de pensar.  Para isto, o grande Transformador eh chamado, para gentilmente nos trazer a realidade.
Mas existe muita resistência interna, muitos truques são usados pelo ego, para se manter em controle. Por isto eh necessário deixarmos o universo, a parte divina que temos ir aos poucos levando a mente para a luz.

Fico muito triste, quando estudantes do Curso dizem que querem ignorar o ego.  Porque indo a escuridão, ao inconsciente, principalmente com a ajuda do ES,  eles podem começar a entender o que os motiva a pensar de uma maneira incorreta. 

Outro erro eh pensar que dai para a frente devem ignorar outras religiões místicas como Budismo e Hinduísmo.  Existe uma riqueza de ensinamentos nestas religiões que muitas vezes podem ajudar o estudante a sair da escuridão. Desde que os ensinamentos sejam sobre a descoberta de sua forca interna, em vez da dependência em outro ser humano, estes ensinamentos só podem ajudar.

A sabedoria do Um Curso em Milagres e baseada em muitos destes ensinamentos, pois a Verdade eh uma só.  Vista de diversos ângulos, só poderá ajudar o estudante a acelerar o seus estudos.  O Curso e muito difícil de se entender, principalmente porque muitas vezes uma frase tem níveis diferentes, dependendo de onde estamos no desenvolvimento espiritual.  Muitos de seus ensinos falam em termos de eternidade, que parecem ser imediatos.

A expansão da consciência nada mais eh do que um conhecimento mais e mais profundo da mente humana, da mente divina e como elas participam no nosso crescimento ou não.  Quando a mente vai se expandindo, começamos a entender como o universo, não la no infinito, mas aqui e agora reage a cada pensamento que temos.  Continue a pedir ao Espírito Santo que lhe auxilie nesta expansão. Gentilmente Ele lhe levara a Verdade. Amem.

18 de jul de 2012

Hoje escrevi na minha pagina no Facebook o seguinte artigo:




O SIGNIFICADO DE PROFESSORES DE DEUS de acordo com o Um Curso em Milagres

Nos últimos dias temos falado muito sobre o Professor de Deus. Resolvi colocar algus trechos do livro Um Curso em Milagres sobre o assunto. Talvez elas possam clarificar algumas das duvidas sobre este assunto. 
A definição oficial dada por Dr. Wapnik “ Professor de Deus – no momento que decidimos nos juntar com outra pessoa, a decisão de juntar a Salvação, nos tornamos os Professores de Deus: ensinando as lições do Espírito Santo de perdão, aprendemos nos mesmos, reconhecendo que nosso Professor eh o Espírito Santo que ensina através do nosso exemplo de perdão e paz. Também referido como o “trabalhador milagroso” “mensageiro” e “ministro de Deus” usado como sinônimo para os estudantes do Um Curso em Milagres.

Outra definição encontrada no Um Curso em Milagres ensina “
Quem são os alunos? “A cada um dos professores de Deus estão destinados determinados alunos e eles começarão a procurá-lo assim que ele tiver respondido ao Chamado. Foram escolhidos para ele porque a forma do currículo universal que ele vai ensinar eh a melhor para eles em função do seu nível de compreensão. Os seus alunos tem estado esperando por, pois sua vinda eh certa. Mais uma vez, eh apenas uma questao de tempo. Assim que ele tiver escolhido cumprir o seu papel, eles estão prontos para cumprir os seus. O tempo espera sua escolha, mas não por aqueles a quem ela vai servir. Quando ele estiver pronto para aprender, as oportunidades de ensinar lhe serão providas.

Existem aproximadamente 76 lugares onde o Curso menciona de alguma maneira, o Professor de Deus. Todos os níveis existentes, em todas as áreas dos seus ensinamentos do corpo, ego, igualdade, perdão, Jesus, relação divina, etc.

Lição 296 “O Espírito Santo fala através de mim”

Quando ensinamos, o Espírito Santo esta falando através de nos, seja em que nível for. Do principiante ao mais avançado, existem sempre aqueles que estão aprendendo para passar adiante. 

ARTIGO ESCRITO POR MARCOS MORGADO RIBEIRO




O ProfESsor de/em Deus, não deve exigir nada do
aluno/aprendiz, e por isso, nem dele mesmo, pois não
seria nada útil ficar insistindo à quem ainda decide
escolher, via como, e via onde, pelo adiamento
desse constante relembrar, pois validar essa percepção
numa falsa empatia, seria compartilhar com o nosso próprio
conflito mental, que ainda perdura na inconstância
do praticar/exercitar desse reaprendizado mental.

O nosso reaprendiado, sendo apenas mental,
abrange sempre aos pares, às multidões imaginadas
pelo pensamento, e na 'disponibilidade' de
praticar/exercitar esse reaprendizado curativo,
já que seria impossível esse reaprendizado, sendo
mental, não abranger a mesma mente daquele que
por qualquer motivo 'aparente', possa ainda nos
aparecer numa restrição de comunicação corpórea.

Nosso Irmão, e ProfESsor, dos ProfESsores de/em Deus,
sempre fora amOrOsO, na paciência, do ensinar/pregar,
mas jamais ficou esperando o entendimento, ou a
compreensão de seus alunos/aprendizes/seguidores.

'' jESus seGUIA SEMPRE ''

11 de jul de 2012



REENCARNACAO  DE ACORDO COM  UM CURSO EM MILAGRES

O Curso em Milagres a principio pode parecer muito radical. De acordo com seus ensinamentos existem apenas duas emoções, o medo ou amor.  O medo gera  a ilusão e o amor gera a realidade.

A visão oferecida pelo Curso eh de um caminho percorrido. Este conceito eh muito importante de se entender.  Como todos os seus princípios os ensinamentos sempre operam em dois níveis.  Um destes níveis nos mostra o que acontece quando chegamos ao fim da jornada e como a realidade eh vivida. Através desta visão temos uma idéia nítida do que significa viver na realidade.   O outro nível, nos ensina como chegar la.  Através do treinamento psicológico da mente, temos a possibilidade de aos poucos sair da ilusão para a realidade.  Do inconsciente, da escuridão, para o consciente, a luz. A outra eh vivendo no agora, sem futuro ou passado.

Um dos aspectos desta realidade inclui a idéia de reencarnação. De acordo com o Curso, “Não ha passado ou futuro e a idéia de nascimento em um corpo não tem um significado nem em uma, nem muitas vezes.  A reencarnação, portanto não pode ser verdadeira em nenhum sentido real” por fazer parte da ilusão. Estas palavras representam a realidade.

Mas na sua enorme compreensão e compaixão, o Curso sempre usa o que sabemos para o nosso beneficio.  Mesmo as idéias criadas no mundo ilusório tem o seu propósito ate acordarmos.  “Ha sempre algum risco em ver o presente em termos do passado.  Sempre ha algum bem em qualquer pensamento que reforce a idéia de que a vida e o corpo não são a mesma coisa.” 

A razão de trazer este assunto ao meu blog eh porque tenho pensado muito sobre este aspecto da cultura brasileira.  Notei quando estive ai a ultima vez, que muitas  pessoas, independentes da sua situação econômica ou de educação, acreditam que a direção de  suas vidas são influenciadas por outras pessoas. Elas tendem a culpar os espíritos entre outros, pelo que acontecem em suas vidas. Acreditando nesta possibilidade, a pessoa automaticamente se sente atacada.

Quando isto acontece, elas deixam o medo ser a parte dominante da mente, pensando ser vulnerável ao ataque, assim fazendo ela reforça o ego.  Como o ego eh dependente do medo para sobreviver, certas crenças são um obstáculo por algum tempo, mantendo a mente na escuridão.

Para muitos, parece ser importante saber como o passado, outras vidas, influenciam a dinâmica de uma família no presente, dificultando o individuo a tomar responsabilidade por suas ações no presente, criando desculpas pelo seu comportamento, apoiado num passado distante, onde outra dinâmica, outro tempo, existiam. “ A reencarnação não deveria, em nenhuma circunstancia, ser o problema com o qual se deve lidar agora. Se ela fosse responsável por algumas dificuldades que o individuo enfrenta no presente, a sua tarefa ainda seria apenas a de escapar delas agora.”

“Não se pode enfatizar o suficiente que o objetivo deste curso eh uma reversão completa do pensamento.  Quando, afinal, isso tiver sido realizado, temas como validade da reencarnação vem a ser sem significado”

Reconheço que não tenho todas as respostas para os mistérios do universo, se tivesse não estaria aqui. Mas o que quero dizer eh que não podemos sempre transferir a nossa responsabilidade como ser humano a forcas alem do nosso controle.  Se fosse assim todos seriamos ricos, todos casaríamos com as pessoas desejadas, todos viveriam em um paraíso, independente do que fazemos ou agimos.  Bastaria ir a um centro espírito a pedir ajuda. 

O que notei também eh que estudantes do Curso tem a tendência de querer adaptar o Curso as suas crenças,  como a população adaptou a religião católica  ao espiritismo.

De certa maneira o Curso usando termos católicos, esta tentando se adaptar as crenças da sociedade, para poder aos poucos ensinar os princípios usados pelo Curso.  O ideal seria o estudante entender que seu pensamento tem uma forca total sobre a sua vida.  Esta eh a chave da prosperidade espiritual.

Estando ciente do que fazemos, da cultura em que vivemos, podemos prestar atenção as nossas crenças, como perpetuamos o ego através do medo. 

“O Céu eh agora”

Quero deixar bem claro que acredito em espíritos, pois sou um deles.  Acredito que centros espíritas fazem muito bem para as pessoas, especialmente aqueles que dão assistência social.  Mas não podemos usar estes lugares como uma bengala, e precisamos tomar responsabilidade pelas nossas ações.

Gostaria de passar adiante estas palavras maravilhosas que descobri postada na parede de um centro fundado por uma grande amiga minha que faleceu ha alguns anos.

“A Casa Espírita não eh fonte de milagres, mas reduto de luz. Escola abençoada, onde aprendemos a crescer moralmente através do trabalho constante e disciplinado em favor de nos mesmos.  O maior aprendizado eh sempre amar a todas criaturas e aprender a corrigir então, o milagre da renovação vira. O resultado dos trabalhos aqui realizados dependem de SUA transformação interior”

Palavras lindas que relembram a pessoa que no fim ela eh responsável pela sua mudança, ninguém pode fazer isto por ela. Esta eh a finalidade do Curso, nos relembrar que o poder esta sempre dentro de nos.

Sei que não eh fácil esta mudança.  Muitas vezes na minha vida, me sinto pronta para responsabilizar alguém pelos os meus problemas, mas no fim tenho que voltar a me perguntar.  Qual eh a parte que quero alimentar?  O ego ou a forca divina, que eh a minha realidade?

20 de jun de 2012

UM POUCO DE BOA VONTADE


"O instante santo é o resultado da tua determinação de ser santo. É a resposta. O desejo e a disponibilidade para permitir que ele venha precedem a sua vinda.  Preparas a tua mente para ele apenas na medida em que reconheces que o queres acima de todas as coisas.  Não é necessário fazer mais; na verdade, é necessário que reconheças que não podes fazer mais.  Não tentes dar ao Espírito Santo aquilo que Eles não pede, ou estarás adicionando o ego a Ele e confundindo os dois.  Ele só pede pouco.  É Ele que adiciona a grandeza e o poder.  Ele une-se a ti para fazer com que o instante santo seja maior do que podes compreender.  É o teu reconhecimento de que precisas fazer tão pouco que permite Ele dar tanto."

Estas palavras são poderosas, pois se pedirmos com  fé e sinceridade, nos recebemos.  Não me refiro as coisas mundanas ou respostas a orações.  Cada um tem a sua experiência nesta área. 

Me refiro ao desejo de auto realização, de expansão da consciência.  Quando conseguimos entrar em sintonia com o universo, com o poder interno, com a mente ligada ao divino, as experiências se realizam.

O instante santo é aquele ato de união entre você e a natureza, você e uma outra pessoa.  Quando a sua mente conscientemente se liga a outro ser, a energia do universo, a relação se modifica.

Mas acima de tudo quando pedimos sinceramente para ver a realidade de Deus,  a força interior lhe levanta, sua mente atravessa todas aquelas nuvens que parecem estar sempre entre a ilusão e a verdade, para levar a mente a uma clareira de paz total, onde todas as emoções cessam e apenas um sentimento de Ser permanece.

Como as palavras acima lhe ensinam, precisamos apenas estas dispostos a participar da força universal.

Qualquer experiência santa sempre tem o poder de transformação. Talvez seja por segundos, mas pelo menos podemos guardar dentro de nós, a memória da Verdade. Estas memórias, se tornam então, a ancora num momento de mudança, de perda, de tristeza.  Porque sabemos que apesar de tudo que ainda passamos, existe uma saída e estamos voltando para casa.

12 de jun de 2012

COMPARTILHO ESTE ARTIGO ESCRITO POR JOSE EDUARDO GLAESER QUE SE ENCONTRA NO BLOG DE ANDRE SENA, POR CONSIDERAR O SEU RELATO UMA DEMONSTRACAO DO QUE PODE ACONTECER QUANDO APLICAMOS OS PRINCIPIOS DO CURSO.

O PERDÃO OFERECE TUDO O QUE EU QUERO

Publicado por José Eduardo Glaeser em 06/12/2011


“O que poderias querer que o perdão não possa dar? Queres paz? O perdão a oferece. Queres felicidade, uma mente serena, certeza acerca do teu propósito e um senso de valor e beleza que transcende o mundo? Queres atenção, segurança e o calor da proteção garantida para sempre? Queres uma quietude que não possa ser perturbada, uma gentileza que jamais possa ser ferida, um consolo profundo e duradouro e um descanso tão perfeito que jamais possa ser transtornado?
O perdão te oferece tudo isso e mais.” (UCEM – LE – Lição 122)

O sol e o sal

Hoje estou fazendo esta lição do Livro de Exercícios. Amanheci disposto a receber tudo que o perdão tem a me oferecer. Estou durante o dia em um estado de humor muito especial com minha esposa, e isso é muito bom. Encontrei com um “desafeto” no mercado e apenas cumprimentei-o de maneira gentil. Ele me olhou com modos de gentileza também, então sorriu de volta, decerto que um pouco desajeitado, talvez pelo inesperado daquele novo estado de mim. Mas ele não tem culpa, ninguém tem culpa, na verdade, a culpa sequer existe. Minha vontade é perdoar o mundo, pois o mundo perdoado é um lugar diferente, no qual se vê apenas o visto. Nada pode pertubar a paz do Filho de Deus, pois ele é um com Ele. Hoje, por exemplo, passando de carro pela av. Miguel Sutil, vi um sujeito do outro lado da rua, na outra mão. Ele estava maltrapilho, por ofício de mecânico; era um homem barbudo e estava folheando alguns papéis. Eu estava parado no trânsito por conta do engarramento. Então, olhando para o homem, apenas pensei: “eu te perdoo, meu irmão”U. Eu ainda olhava para ele, embora ele não me visse. Então, inadvertidamente, percebi que o homem começou a fazer sinal de positivo com a mão — punho fechado e polegar em riste — para os carros que passavam, e seu sorriso era gentil, e era para todos os carros! Eu, quando vi esse resultado, confesso que me assustei, pois sou um aprendiz, então percebi que o homem desfez o sorriso, baixou a mão e voltou a manipular seus papéis com seus modos de antes. Concluí que devo perdoar e sustentar o perdão, justamente pela alegria de ser grato. Isso estou aprendendo. Te amo.


COPIADO DO SITE DE ANDRE SENA 

10 de jun de 2012


Este artigo mais uma vez discute sobre o Instante Santo. A razão de escrever constantemente sobre este assunto eh porque acredito que sem este principio ser bem entendido e aplicado, a pessoa esta perdendo uma oportunidade de realizar o seu potencial para expandir a consciência.


Um exemplo do que estou dizendo eh encontrado no capitulo 8 do Texto, chamado "A Jornada de Volta."  Existe um parágrafo escrito de uma maneira tão clara que nem o ego pode pretender que não entende:  “Quando encontras com qualquer um (alguém) lembra-te de que eh um encontro santo.  Assim como tu o vires, veras a ti mesmo.  Assim como o tratares, trataras a ti mesmo.  Assim como pensares dele, pensaras de ti mesmo.  Nunca te esqueças disso, pois nele acharas a ti mesmo, ou te perderas.  Sempre que dois Filhos de Deus se encontram, lhes eh dada mais uma chance de salvação.  Não deixes ninguém sem lhe dar a salvação e sem recebê-la tu mesmo.   Pois eu estou ai contigo todos os dias (sempre) em tua memória.  (em lembrança de você)

Neste parágrafo esta a essência dos ensinamentos.  Eh um chamado claro para tomarmos responsabilidade pelo que sentimos, pensamos e agimos.  As palavras neste parágrafo são bem claras, que a responsabilidade de como vemos o próximo eh nossa.  Para vermos o nosso irmão em sua luz, nos precisamos ver a luz interna.  

O que isto quer dizer? Que a cada momento de nossas vidas, o universo nos oferece uma oportunidade de ver um irmão sem a influencia do passado.  Mas como podemos fazer isto?  Ir dentro da escuridão ( inconsciente) com a ajuda do Espírito Santo, que eh a nossa mente direita, a mente ligada ao divino e trazer para a luz (consciente) todos aqueles sentimentos que projetamos no próximo sem saber.

Existe uma maneira de ajudar este processo.  Ficando ciente de quando estamos julgando uma pessoa, o que estamos fazendo eh julgando a nos mesmos por problemas que sem saber carregamos dentro de nos. 

“Conhece-te a ti mesmo”  são palavras usadas na Bíblia, assim como outras semelhantes que dizem que precisamos nos conhecer para acharmos o amor interno.

O significado do encontro santo eh de apenas relembrar que cada um de nos eh perfeito e que quando podemos ver um ao outro desta maneira, nos estamos vendo o Espírito que Deus criou.  Nada mais.

Uma maneira de praticar o encontro santo eh colocar os ressentimentos do passado de lado e ver a pessoa naquele momento.  Treinar a mente a conviver com a pessoa no momento presente, ignorando as experiências passadas.  Sempre pedindo ao Espírito Santo que lhe ajude a ver a causa dos problemas internos, elevando a mente ao nível do Espírito, fale com a pessoa como se não houvesse um passado.

Não eh fácil no começo, mas com o tempo se torna mais fácil, e o Espírito Santo sendo convidado a participar da relação, começa a criar uma dinâmica diferente entre as duas pessoas. 

Os problemas internos precisam ser reconhecidos, tratados através da mente sã, do contrario as eventos do passado continuarão a se repetir.

Posso dar como exemplo, uma situação onde e pessoa carrega um sentimento de abandono, de rejeição.  Não sabendo como tratar deste problema ela continua a manifestar situações que lhe coloque em posição de rejeição e abandono, para lhe forçar a lidar com estes sentimentos.  Não reconhecendo estes sentimentos, estas ocorrências se tornarão repetitivas.

Neste caso, a melhor coisa a fazer, em vez de querer resolver através da mente que lhe levou ao problema, peca ao Espírito Santo, que eh a sua parte divina, a sua mente direita ligada ao divino, que lhe auxilie a curar a causa desta rejeição.  Que lhe ajude a ver uma nova realidade, no tempo e espaço.  A razão da falha muitas vezes eh querer modificar o efeito em vez da causa.

Prometo que se praticarem este principio , a suas vidas se modificarão.  Falo por experiência.  Boa sorte!!!!!!!!

5 de mai de 2012

EH O CAMINHO ESPIRITUAL SOLITARIO?


Dizem que o caminho espiritual eh solitário e quanto mais nos aproximamos da luz, mais estreita a estrada espiritual se torna.  As pessoas que nos acompanhavam no começo da jornada da vida começam a se distanciar e outros começam a aparecer, mas em números muito menores.  Pois como o Um Curso em Milagres diz,  todos são chamados a percorrer esta estrada mas poucos respondem.

Sempre pensei com certa tristeza que isto eh uma possibilidade.  No principio desta jornada consciente de realização interna, muitas das coisas que eram importantes aos poucos foram perdendo a sua importância, enquanto outras se tornaram essenciais na minha vida.

Eh verdade, deixar o passado para traz, a identidade que era tão importante deslizar aos poucos da mente eh em muitos momentos não só triste mais também apavorante no começo.  Mas as boas recordações permanecem, outras recordações que pareciam ser cheias de dor, de repente vista com os olhos do amor, entendidas com o coração tomam uma forma diferente.  Aqueles que pareciam ser os nossos crucificadores, se tornam figuras patéticas, sofredoras, que estavam apenas fazendo o melhor que podiam.

Mas ontem conversando com uma amiga, estudante  do Um Curso em Milagres sobre isto eu tive um insight que gostaria de compartilhar com outros que percorrem seus caminhos.

Talvez o caminho seja mais solitário em forma, mas dentro do coração, o amor  se expande para abranger toda a humanidade.  Quando encontramos alguém nesta caminhada, o amor que oferecemos eh mais profundo.  As memórias que temos do passado, as pessoas que deixamos para trás são vistas com mais amor.  Enfim, o coração esta aberto para todos em vez de alguns poucos.  A sensação eh que nada esta faltando.  Finalmente percebemos que não precisamos de nada externo para nos fazer completos.

O caminho espiritual pode parecer para alguns, um ato de egoísmo, porque aqueles que buscam, estão  intensamente procurando dentro de si as respostas que procuram.

Mas diz Ramtha na sua sabedoria, “Cada momento que você vive para o amor deste Deus dentro de você – toda a ilusão que você abraça e descarta, tudo que faz para encontrar alegria e luz – emana do seu Ser para dentro da consciência que flui para alimentar a humanidade.  Quando você vive inteiramente para o amor do Ser – que eh o amor de Deus – então você (uxude) exala Deus dentro da densidade da consciência social.  Então, você iluminara o caminho para os seus irmãos queridos, percorrendo seus próprios caminhos de volta ao Ser, o único caminho que levara todos para casa, para o seu amado Pai.”

Estas palavras confirmam o que o Um Curso em Milagres ensina: que todos temos a mesma mente, que todos somos responsáveis por nossos irmãos, somos responsáveis pelo que pensamos, agimos e pelo crescimento espiritual de todos.

Nada acontece isoladamente, tudo que fazemos influencia a energia universal.
Mas quando estamos certos do caminho escolhido esta Verdade se torna muito clara internamente. 

26 de abr de 2012


Lição 162    EU SOU COMO DEUS ME CRIOU

Esta lição começa com a seguinte frase: “Esse único pensamento mantido em mente com firmeza salvaria o mundo.”  Mais abaixo o texto menciona que com o tempo nos vamos entender mais e mais o que esta frase significa.

Posso dar como exemplo a minha experiência em relação a esta lição.  No começo esta frase “EU SO COMO DEUS ME CRIOU” significou que eu fui criada por Ele. Com o passar do tempo o significado destas palavras continuam a se aprofundar dentro de mim.

No momento as duas primeiras palavras “EU SOU” tem muito mais importância do que o resto da frase porque aos poucos estou aprendendo o significado de Ser.  Quando eu sinto, "EU SOU‘’  a minha essência.

Quando vibro as palavras "EU SOU" dentro de mim, aceito que Deus e eu somos a mesma coisa. Que toda a energia que Ele contem esta dentro de mim.
Quando sinto "EU SOU" trago esta energia dentro de mim conscientemente, o “core” de quem Sou, que esta esperando esta afirmação.  Quando penso “EU SOU” estou me alinhando com a forca universal onde tudo existe.

“Estas palavras são sagradas, pois são as palavras que Deus deu em resposta ao mundo que fizeste”  Estas palavras rasgam as cortinas que criamos a nossa volta para esconder a Verdade.

Meu conselho eh que repita para si o tempo todo, “EU SOU” ate que o significado do que esta dizendo finalmente seja aceito dentro de si, alem da mente influenciada pelo ego.

O significado dos princípios do Curso e alguns dos seus comentários podem levar anos para serem entendidos, como por exemplo a frase que diz que estas palavras da lição podem acordar os mortos com este chamado. O que isto quer dizer?  Talvez queira dizer que o poder da sua essência tendo sido aceita por si, pode ressonar em todas as suas vidas passadas, todos os EU SOU” que existiram antes de ser quem eh agora.  Talvez queira dizer que todos os sonhos que são carregados dentro de cada um, se dissolve com o poder da aceitação de que realmente Somos.

Eh um pensamento muito profundo que pode modificar para sempre a idéia de quem Es.  Necessita de tempo para ser aceita.  Mas continue dizendo para si “EU SOU” sentindo que quando afirma esta Verdade, as ilusões vão desaparecendo.

I AM

IAM THAT I AM



21 de abr de 2012

PARA AQUELES QUE ESTAO VISITANDO O BLOG HARMONIA E PAZ PELA PRIMEIRA VEZ,  RECOMENDARIA UMA VISITA AO MEU OUTRO BLOG CHAMADO MILAGRES DA MENTE.  NESTE BLOG O LEITOR ACHARA SUGESTÕES PRATICAS PARA APLICAR NO SEU DIA A DIA.  OBRIGADA.

14 de abr de 2012

Traduzi parte da introdução feita  pelo Dr. Willis W. Harman, em 1983, no livro Journey Without Distance escrito pelo autor Robert Skutch. Este livro documenta a historia do "Um Curso em Milagres." 



Nesta introdução Dr. Harman oferece a melhor descrição do que acontece internamente quando estudamos  "Um Curso em Milagres." que li ate agora. Suas palavras tiveram uma ressonância enorme dentro de mim porque tenho vivido estas experiências nos últimos dez anos.  Quis compartilhar estes pensamentos para que o estudante do Curso não pense que esta sozinho quando sente confusão, quando tem mais perguntas dentro de si, do que respostas.  A mudança interna eh quieta, inexorável.  O “Professor Interno” sabe das nossas necessidades. O que podemos fazer para ajudar este processo eh ter confiança no divino, achar dentro de nos a paciência, a  fe, o amor necessários para o crescimento espiritual/psicológico que transforma a mente egoica nessa maravilhosa experiência que eh a divindade interna.


(Tentei permanecer fiel ao texto de modo que algumas vezes algumas palavras podem parecer estranhas.  Como disse anteriormente, não falo português no meu dia a dia e as vezes sinto dificuldade de achar palavras adequadas para o que quero expressar.  Mas depois de quarenta e três anos aqui as vezes não e fácil e peco que perdoem o meu português.  Obrigada.)

                                             
                                               ============

.......Eu tinha muito que aprender sobre a ambivalência que os seres humanos sentem quando a procura mais profunda de quem são. Os exercícios diários afirmando uma nova maneira de pensar, parte do segundo volume do Curso, pareciam moderadamente interessantes. Eu não entendia naquela época o efeito subterrâneo que eles estavam tendo.O Texto, o primeiro volume, parecia confuso mas me dediquei completamente (assim pensei).


Seis meses depois fiquei surpreendido em notar que apesar de abrir o livro do Texto diariamente eu não me lembrava de ter terminado de ler uma pagina. Ou eu dormia ou a minha mente se distraia: Eu pensava nas tarefas que precisava fazer, me levantava e ia fazer.  Minha mente usava desculpas engenhosas para evitar o que pensava querer, isto e, aprender o conteúdo do Texto.

Com o tempo, a intenção do consciente, venceu a resistência do inconsciente

A conscientização de que este era o caso veio aos poucos.  De vez em quando eu me dava conta de certas situações que no passado teriam causado medo e hostilidade não tinham mais este efeito – ainda assim eu não tinha conscientização das profundas mudanças que estavam ocorrendo internamente
Me vi tendo uma confiança profunda na minha intuição, e a parte de mim que sabia de tudo (all knowing) aquela parte que perdoava ilimitadamente tinha visivelmente se fortalecido, sem meu conhecimento consciente das mudanças ocorrendo na parte inconsciente da minha mente.

Stress e dor desapareceram.  Minha vida se tornou mais ativa que em qualquer outro período anterior,  sem colocar o esforço que pensei precisar nos anos anteriores.  Aspectos da minha vida começaram a se harmonizar misteriosamente.  O que mais me impressionou nesta transformação foi a simplicidade deste novo caminho.  Uma parte mais profunda de mim, um “Professor Interno” ( “Inner Teacher”)  guiava as ações e removia os obstáculos e a mente consciente – aquela mente egoica racional, analítica que no passado  parecia ser a minha precária ancora a uma segurança imaginaria – veio a ser, naturalmente e confortavelmente, a servidora da mente profunda.  Isto pode parecer uma grande simplificação, mas a minha profunda conclusão veio a ser de que todos os problemas que experienciamos nas nossas vidas são ilusórios.

Existe apenas um problema, a nossa resistência em ver as coisas como elas verdadeiramente são, em sua totalidade.