10 de jun de 2012


Este artigo mais uma vez discute sobre o Instante Santo. A razão de escrever constantemente sobre este assunto eh porque acredito que sem este principio ser bem entendido e aplicado, a pessoa esta perdendo uma oportunidade de realizar o seu potencial para expandir a consciência.


Um exemplo do que estou dizendo eh encontrado no capitulo 8 do Texto, chamado "A Jornada de Volta."  Existe um parágrafo escrito de uma maneira tão clara que nem o ego pode pretender que não entende:  “Quando encontras com qualquer um (alguém) lembra-te de que eh um encontro santo.  Assim como tu o vires, veras a ti mesmo.  Assim como o tratares, trataras a ti mesmo.  Assim como pensares dele, pensaras de ti mesmo.  Nunca te esqueças disso, pois nele acharas a ti mesmo, ou te perderas.  Sempre que dois Filhos de Deus se encontram, lhes eh dada mais uma chance de salvação.  Não deixes ninguém sem lhe dar a salvação e sem recebê-la tu mesmo.   Pois eu estou ai contigo todos os dias (sempre) em tua memória.  (em lembrança de você)

Neste parágrafo esta a essência dos ensinamentos.  Eh um chamado claro para tomarmos responsabilidade pelo que sentimos, pensamos e agimos.  As palavras neste parágrafo são bem claras, que a responsabilidade de como vemos o próximo eh nossa.  Para vermos o nosso irmão em sua luz, nos precisamos ver a luz interna.  

O que isto quer dizer? Que a cada momento de nossas vidas, o universo nos oferece uma oportunidade de ver um irmão sem a influencia do passado.  Mas como podemos fazer isto?  Ir dentro da escuridão ( inconsciente) com a ajuda do Espírito Santo, que eh a nossa mente direita, a mente ligada ao divino e trazer para a luz (consciente) todos aqueles sentimentos que projetamos no próximo sem saber.

Existe uma maneira de ajudar este processo.  Ficando ciente de quando estamos julgando uma pessoa, o que estamos fazendo eh julgando a nos mesmos por problemas que sem saber carregamos dentro de nos. 

“Conhece-te a ti mesmo”  são palavras usadas na Bíblia, assim como outras semelhantes que dizem que precisamos nos conhecer para acharmos o amor interno.

O significado do encontro santo eh de apenas relembrar que cada um de nos eh perfeito e que quando podemos ver um ao outro desta maneira, nos estamos vendo o Espírito que Deus criou.  Nada mais.

Uma maneira de praticar o encontro santo eh colocar os ressentimentos do passado de lado e ver a pessoa naquele momento.  Treinar a mente a conviver com a pessoa no momento presente, ignorando as experiências passadas.  Sempre pedindo ao Espírito Santo que lhe ajude a ver a causa dos problemas internos, elevando a mente ao nível do Espírito, fale com a pessoa como se não houvesse um passado.

Não eh fácil no começo, mas com o tempo se torna mais fácil, e o Espírito Santo sendo convidado a participar da relação, começa a criar uma dinâmica diferente entre as duas pessoas. 

Os problemas internos precisam ser reconhecidos, tratados através da mente sã, do contrario as eventos do passado continuarão a se repetir.

Posso dar como exemplo, uma situação onde e pessoa carrega um sentimento de abandono, de rejeição.  Não sabendo como tratar deste problema ela continua a manifestar situações que lhe coloque em posição de rejeição e abandono, para lhe forçar a lidar com estes sentimentos.  Não reconhecendo estes sentimentos, estas ocorrências se tornarão repetitivas.

Neste caso, a melhor coisa a fazer, em vez de querer resolver através da mente que lhe levou ao problema, peca ao Espírito Santo, que eh a sua parte divina, a sua mente direita ligada ao divino, que lhe auxilie a curar a causa desta rejeição.  Que lhe ajude a ver uma nova realidade, no tempo e espaço.  A razão da falha muitas vezes eh querer modificar o efeito em vez da causa.

Prometo que se praticarem este principio , a suas vidas se modificarão.  Falo por experiência.  Boa sorte!!!!!!!!

Nenhum comentário: