26 de jan de 2012

PASSANDO ADIANTE.........

Gostaria de passar adiante uma coisa que aprendi durante a minha jornada espiritual que tem me ajudado muito na vida.  

Estudando os princípios do Curso, aprendi muito rapidamente que não precisava pedir ao universo, a Deus, um monte de coisas.  Comecei a entender que o universo esta pronto para me dar tudo, desde que saiba como receber.

Isto já foi um grande passo, pois aprendi que estava bloqueando a minha vida, com os meus problemas e meus medos. 

Daquele momento em diante as minhas orações começaram a mudar.  Eventualmente, a evolução espiritual me levou a  entender que poderia orar seguindo os princípios do Curso. 

Como todos os ensinamentos espirituais, só aprendemos quando estamos prontos. Sabendo disto, eu decidi compartilhar o que faço e mesmo que o leitor não possa usar esta técnica neste momento, eventualmente quando estiver pronto espero que  se lembre das minhas palavras.

Toda a noite, principalmente quando tenho um problema para resolver, eu peco ao universo para me ajudar.  Mas em vez de pensar no problema, o que foi dito,  como a pessoa se comportou, o que eu disse, ou respondi,  imagino a pessoa ou pessoas como espíritos me incluindo neste processo, resolvendo a situação da melhor maneira para todos envolvidos.

Fazendo isto eu estou elevando a situação a um nível mais alto, em vez de permitir que permaneça no nível do ego, onde as personalidades estão operando no nível do medo.

Posso dizer que tenho obtido ótimos resultados.  De repente, as situações, as pessoas mudam, eu mudo, e tudo se encaixa de uma maneira muito melhor do que originalmente.

Chamando o universo a servir a todos com compaixão e amor que merecemos aumenta a vibração positiva da mente coletiva.

JULGAMENTOS E SUAS CONSEQUÊNCIAS


De acordo com Um Curso em Milagres, julgamentos são projeções.  Sem exceção, quando julgamos uma situação ou uma pessoa estamos sendo influenciados pelo medo.

Como disse anteriormente o medo se manifesta de varias maneiras.  Parece que temos diversos problemas, diversas opiniões sobre tudo, mais no fim tudo que sentimos vem do medo ou do amor.

Julgamentos são projeções do nosso mundo interior.  Quando nos juntamos a um grupo para linchar verbalmente uma pessoa por um ato criminoso por exemplo, nos estamos dando vazão ao nossos medos.  Estamos em realidade dizendo a nos mesmos que não somos tão ruins, que existem pessoas piores que nos.
Neste caso o julgamento e a falta de compaixão ao próximo são originados internamente.  E uma reflexão do que realmente pensamos ser.

Hoje em dia quando estou pronta para fazer um julgamento eu automaticamente paro e digo a mim mesma que não sei de nada, que não posso julgar uma coisa que não entendo.  Outras vezes, penso que tentar decifrar uma situação para entender o que esta acontecendo, julgar, vai alem da energia que quero usar.  Apenas aceito o que eh, e deixo o resto ser decidido no universo.

Esta atitude me da liberdade interna. Quando preciso saber alguma coisa que eh relevante ao meu bem estar,  peco aquela parte interna divina que me mostre a realidade das situações.  Assim fazendo, estou automaticamente alcançando uma vibração mais alta.

O meu compasso interno, o meu Ser ira me avisar se existe algum perigo para mim em qualquer situação.  Deixo as decisões na Suas mãos.  Alem disto não gasto as minhas energias pensando nos problemas que não são meus.
Este comportamento me oferece a oportunidade de me concentrar no que eh realmente importante para mim.  Isto não quer dizer que não quero me preocupar com o mundo, que estou preocupada apenas comigo.

O que quer dizer eh que quando estou livre de julgamentos e das  emoções que vem com estes julgamentos, eu posso me concentrar na realidade do universo.

Quando estamos numa vibração mais alta, pensamos como mais claridade. Com esta claridade podemos examinar mais de perto o que sentimos, como nos comportamos, sentir compaixão por quem somos, deixando a culpa para trás.  Fazendo isto  estamos projetando uma realidade interna muito mais saudável,dando oportunidade de ver cada um dentro da sua verdade.

Parte deste processo eh a aceitação que existem situações que não podemos entender por não fazerem parte da nossa jornada terrena.  Cada um tem a sua.  Esta eh a compaixão que acompanha a mente saudável.  Saber que todos nos fazemos parte desta jornada, cada um na sua estrada, cada um fazendo o melhor que pode, mesmo quando para nos, parece não ser.

Só podemos fazer isto quando o espaço interno não eh tomado por sentimentos negativos como o julgamento.

19 de jan de 2012

Ilusão

O Um Curso em Milagres diz que tudo que sentimos,  que a vida que criamos através da nossa percepção e uma ilusão.  Sendo a percepção uma reflexão dos nossos sentimentos, ela existe apenas porque pensamos ser real.

Este conceito se torna um pouco confuso para alguns.  A confusão vem do momento que interpretamos ilusão como não acontecendo. Muitos acreditam que nao validando o que sentem, nao estão participando da ilusão. O problema e que as nossas experiências são muitos reais dentro do mundo da ilusao.  Quando perdemos um ente querido e muito  real para nos.

Tentar sufocar as emoções que sentem porque elas são ilusões não faz sentido.   Elas tem que serem examinadas.  Só assim conseguimos reconhecer o que esta na escuridão.  Trazer para a luz os sentimentos negativos que temos, ou as experiências dolorosas que passamos e essencial para o crescimento espiritual.

Só podemos crescer fazendo uma limpeza interna.  Esta limpeza poderá ser feita com o apoio do universo, do Espírito Santo.  Do momento que aceitamos esta mudança o universo vai começar a mostrar a onde estamos presos no passado.

A única maneira de sairmos da ilusão  para a realidade e aceitando que as sombras do passado estão  dentro de nos e que precisamos lidar com esta parte de quem somos.  Lembre-se que uma das passagens do Curso, o Autor diz que quando estivermos com medo de ir ao escuro sozinhos, isto e, examinar o que sentimos mais de perto, para chamá-lo que Ele lhe dara a mao e ira a escuridão com você.

Quando a dor bater, em vez de procurar distração, talvez queira se sentar num lugar quieto e pedir ao Mediador, ao Transformador,  que desça na escuridão com você para lhe ajudar a trazer o que lhe dói a tona.  Este processo vai aliviando o que guardamos no inconsciente resultando em culpa e projeção.

A ilusão e o resultado do mundo interno, a realidade e o resultado desta limpeza psicológica. Aos pouquinhos vamos acalmando internamente e começando a ver de vez em quando a possibilidade de uma vida melhor. 

E muito saudável estar consciente que este mundo faz parte de uma ilusão, seja individual ou coletiva.  Mesmo em momentos de desanimo, mágoa, tristeza e muito importante se lembrar que estes sentimentos são criados por nos e fazem parte da ilusão que criamos.

Mas e importante reconhecer que para chegarmos a luz precisamos primeiro atravessar as sombras, a nevoa para chegar ao sol.

Esta e a realidade divina.

17 de jan de 2012

INSTANTE SANTO

Qual e a definição do  INSTANTE SANTO ?

O INSTANTE SANTO e independente do tempo e espaço.  E aquele momento em que escolhemos o perdão em vez do ego, o milagre em vez do ressentimento.

O que e o ego?  A soma de todas as suas experiências passadas.

Para que o milagre ocorra precisamos estar dispostos a colocar de lado todos aqueles momentos passados que nos fazem esquecer que temos uma escolha.
Quando carregamos os ressentimentos do passado, estamos sempre projetando no presente.  Para entendermos o que se passa internamente temos que chamar aquela parte sadia dentro de nos, para nos tirar da mente egoica.

Pedindo e estando disposto a mudar, o universo que esta sempre ligado dentro de si com a sua parte saudável, divina, vem ajudar.  Lembre-se que o Espírito Santo, que e a mente direita, a parte sã dentro de si, sempre vê a situação para o beneficio de todos envolvidos. 

Quando falhar, tente novamente.  O universo lhe da todas as oportunidades que precisar para o seu crescimento espiritual e psicológico.

O poder para encontrar o INSTANTE SANTO esta dentro de si.  E importante saber que o poder esta sempre dentro de si.  Talvez certas pessoas possam lhe ajudar, mas o poder de mudança e sempre seu.

O processo de crescimento e simples.  Esteja disposto a mudar, peca ao seu Ser, ou Espírito Santo, Jesus, Buda,  Deus, ou o universo para lhe ajudar.  Dai para a frente esteja alerto as oportunidades de crescimento.

O Um Curso em Milagres e um treinamento psicológico da mente.  Praticando as lições,  a sua maneira de pensar vai mudar.  Se não quiser seguir as lições, leia sobre Budismo, Hinduísmo, etc.  Todas estas filosofias sempre dizem que o poder esta dentro de si.  Esta e a mensagem mais importante.  

12 de jan de 2012

PRINCIPIOS

A percepção e sempre formada em resposta a uma experiência passada.  A experiência sempre e formada pela mente e depois eventualmente projetada no tempo e espaço.

Estas experiências se tornam a base do passado, presente e futuro.  Através da percepção nos criamos o mundo que vemos.  Este mundo e a nossa realidade e o corpo representa quem somos.

O Curso ensina que  esta maneira de pensar e falsa.   Somos Espíritos ligados a energia universal.   O mundo baseado no tempo e espaço não afeta o Espírito que vive em eternidade.

Do momento que aceitamos conscientemente a possibilidade de sermos Espiritos,  abrimos um novo caminho para percorrer.  Porque?  Primeiramente, porque aceitamos que existe a esperança de uma mudança.  Para muitos, principalmente para aqueles que vem tentando mudar as suas vidas sem sucesso, de repente, existe uma outra possibilidade de vida.

Daquele momento em diante,  a mente se abre para as experiências do Espírito com uma forca imediata.  O bloqueio, a resistência usada pelo o ego começa a perder a sua influencia.  

Posso falar por experiência propria, pois foi isto que aconteceu comigo.  Uma vez que a pessoa se abre para aceitar os ensinamentos e praticar as lições, o universo conspira para o seu sucesso. Em realidade o universo sempre esteve esperando para lhe ajudar.  Mas a forca esta dentro de si, esperando o seu chamado.  Nada e fora de você, nada e fora da sua mente.  Tudo e criado internamente.  

O que me leva a falar sobre outro conceito, o pensamento.

A mente e aquela parte que pensamos com o universo.  Vem do Espírito.  Vem em forma de intuição, durante a meditação, vem em orações, quando estamos quietos e muitas vezes quando estamos em estado de desespero.  Estas experiências, vem da mente que pensamos com Deus.

A outra maneira de pensar parece vir do cérebro. Da cabeça.   Este de acordo com o Curso são os “pensamentos que pensamos pensar.”  Estes pensamentos vem do nível do ego. Os pensamentos do tempo e espaço.  Os pensamentos repetitivos, as conversas que temos dentro da nossa cabeça.  Geralmente estamos remoendo o passado, procurando soluções para os problemas que queremos resolver.

A mente que pensa com o Espírito e calma, aceitando que o mundo apesar de ter sido complicado pelo ego ainda pode trazer paz e harmonia se permitimos a transformação se tornar uma realidade.  Neste nível, a criatividade, o amor, a compreensão, a cooperação, a bondade, a esperança no que e bom, a união, são chamados a tona.  Neste mundo, olhamos para tudo ao nosso redor e vemos a harmonia que existe.  Olhamos para o ser humano e vemos um ponto de luz, parte de tudo que nos rodeia. 

Estes momentos, mesmo que sejam breves, podem lhe levar a onde a divindade  existe.  Neste momento entendemos que o universo e sua forca são infinitos.  Quando o estudante espiritual aceita que ele e o autor de sua estória, que ele e um ser ilimitado em comando de seus pensamentos, criador do seu destino, em conjunção como a vontade divina um grande passo foi tomado. 

Aceitando que todos os seres humanos são criadores do seus destinos, se torna muito mais difícil querer culpar os outros pelos problemas. 

Se somos Espíritos, somos invulneráveis, somos perfeitos.  Uma grande parte da culpa que sentimos e por nos sentir mal do que pensamos ter feito errado.  Mas se colocamos em termos eternos e de perfeição, nos não somos culpados. Não existe culpa, apenas erros que podem ser corrigidos. Começamos a reconhecer que todos estes sentimentos de culpa, ataque, defesa, tempo, espaço e uma grande piada cósmica.  Mas chegou a hora de encararmos o nosso poder com seriedade.

Não podemos fazer isto sem encarar o medo que todos os seres humanos sentem.

O medo apenas existe no mundo egoico.  O medo e o ingrediente principal usado para mover o mundo que criamos.  Sem duvida.  E o sentimento mais pernicioso que existe na face da terra.

Sem o medo, o ego não pode sobreviver.  O medo se infiltra em todas as camadas da  vida terrena.  O problema e que nunca paramos para avaliar todas as áreas da vida onde o medo esta presente como uma emoção predominante.  Parece que temos vários problemas, mas no fim existe apenas  um, o da separação do universo, quando começamos a identificar com o corpo. A identificação com o corpo produz o medo. 

O medo vem da crença que o mundo e exatamente como vemos.  Nada pode ser mais errado, mas acreditamos ser verdade.

Alem disto, se pensamos que somos corpos, nos pensamos na morte como final.  Claro que vamos ter medo da morte.  Se pensarmos bem, a morte para a maioria de nos e separação dos entes queridos, e o desaparecimento da nossa identidade, e o fim.  No entanto se pensarmos como Espíritos, estamos apenas passando de uma fase para outra.  O medo da morte esta sempre em algum lugar dentro de nos.  Um daqueles assuntos que não queremos pensar por dar tanto medo.

Finalmente vamos falar do amor.  Ah.......este amor que parece ser tão elusivo, criando  tantas emoções............


O amor e o unico sentimento inerente do ser humano. Desbloqueando todos os problemas criados pelo ego, encontramos o amor.  


"Amor e o desejo de que todos os seres humanos sejam felizes.  Compaixão e o desejo de que eles se libertem do sofrimento e suas causas.

A emocao mais difícil  de se entender e o amor.  Como tudo que criamos, nada e simples.  Claro que o ego tem que complicar e deturpar todos os sentimentos que temos, assim fazendo se torna impossível se ver um sentimento tão puro pelo que e. 

Uma das dificuldades e o tipo de amor que oferecemos e exigimos.  Quando “precisamos” do amor, nos queremos um amor estático. Qualquer mudança no objeto da nossa afeição, nos resistimos.

O Curso ensina que o amor e um sentimento completamente diferente do que pensamos ser.  O amor oferece liberdade.  Este amor não cobra.  Apenas ama.  Amor que “precisa” do outro e um amor de dependência. 
Amar com o coração aberto, não exige.  E igual.  O Budismo se refere a este amor como non-attachment.  Isto e, completa aceitação de outro ser humano, sem tentar mudar nada nele, aceitando a sua necessidade de liberdade para ser autentico.
O amor eterno e imparcial.  Transcende as coisas superficiais que criamos, exatamente para nos afastar dos outros, para nos proteger, para no fim não ficarmos vulneráveis, e elevar este amor a uma vibração alta.

O amor aceita mudanças.  O amor abre o coração.  Penso que este e uma das grandes razoes que colocamos tantos obstáculos nas nossas relações.  Nunca nos abrimos totalmente, esperando sempre  o pior.  Quando acontece, pelo menos estamos protegidos contra a dor.  Este comportamento e sempre influenciado pelo passado, pelo o ego. 

Podem estar certos que estes ensinamentos não são apenas mais um exercício intelectual, onde sabemos um pouco mais sobre as possibilidade de mudanças internas.

Praticando as lições, mudamos a maneira de pensar, a maneira de ver o mundo, as pessoas, a nossa participação neste mundo, as possibilidades existentes quando o amor e a emoção predominante.  Quando desenvolvemos o habito de pedir a parte divina dentro de nos para nos orientar em cada situação, nos estamos dando oportunidade do universo participar nestas decisões.  O medo se afasta, mesmo que lute para permanecer, aos poucos vai perdendo a sua influencia. 


De repente a vida se torna mais alegre, sem dramas.  A maior vantagem desta mudança e que quando o drama aparece, nos queremos nos livrar dele, em vez de como no passado usar o drama para esquecer quem somos.


5 de jan de 2012

SEPARAÇÃO

Muitas vezes tentando resolver os problemas que surgem no dia a dia da minha vida eu esqueço a coisa mais importante.  Que existe apenas um problema e uma solução, o da separação.

A explicação oficial  da palavra separação no glossary  do Um Curso em Milagres, escrito pelo autor  Dr.Kenneth Walpnick, em inglês e a seguinte “ a crença no pecado que afirma a identificação com a separação do Criador; a separação parece ter ocorrido de repente resultando na criação de uma maneira de pensar representada pelo o ego; o resultado desta mudança foi um mundo da percepção e forma, de dores, de sofrimento, e morte, real no tempo mais desconhecido em eternidade.”

A idéia de separação foi criada pela mente egoica. Porem uma serie de influencias, seja na política, ciência, filosofia, tiveram uma grande influencia na nossa maneira de pensar.  Acreditamos que o ser humano e separado de todos e para sobreviver precisa ser forte e aprender a lutar para obter o seu sucesso. Cada um por si. Mais recentemente as teorias de Newton em ciência, as Revoluções Industriais,  contribuíram para pensarmos que o ser humano e um indivíduo separado do seu ambiente, em competição com o que lhe rodeia. 

Através de descobertas mais recentes na ciência moderna, estamos finalmente reconhecendo que somos Espíritos, energia, ligados uns aos outros.  Não existe separação. Mais e mais a ciência prova em laboratórios, que somos feitos para viver em cooperação, que somos energia.

Aos poucos estamos aprendendo que esta maneira de ver o mundo nao esta nos fazendo felizes e aos poucos estamos aprendendo a pensar de uma maneira diferente.  Sem saber definir com claridade o que esta acontecendo, acreditamos que temos diversos problemas e estamos sempre procurando soluções para estes problemas.  No entanto o único problema que realmente existe e a crença na  separação. 

Todas as lições, todos os ensinamentos do Curso tem a finalidade de nos levar a aceitar que o problema e apenas um. A lição 79 diz “ Que eu reconheça o problema para que ele possa ser resolvido.”

Estando cientes que a separação nunca ocorreu e mantendo esta verdade dentro de si, já e um grande passo. Como um farol aceso numa noite de tempestade guiando o barco a segurança, o pensamento de união em vez da separação nos trás a realidade.  Quando concentramos na realidade, saímos do medo para o amor.  Aceitamos que somos todos iguais, cheios de luz, cheio de amor, vivendo sobre a proteção divina. 

Em horas de desespero, quando os problemas parecerem  impossíveis de se resolver, lembre-se de que só existe um problema, a idéia de separação.
Esta idéia fortalece a mente que se encontra perdida. Aceitando que a separação nunca ocorreu, eleva a mente a aceitar que somos parte de uma forca universal.

O ego, que e a soma das nossas experiências passadas, se recusa a aceitar a noção que eventualmente levara a sua destruição.

Uma das maneiras do ego sobreviver e nos dividindo internamente.  Como pensamos existir através do ego, lutamos para que o passado permaneça.  O ego não e uma coisa alheia.  Somos nos.  E a identificação com o passado.  E a nossa identidade que queremos reter, pensando que se aceitarmos ser Espíritos, nos vamos desaparecer.  E de certa maneira e verdade.  Aquela parte frustrada, cheia de ódio, raiva, tristezas  desaparecera, deixando apenas as boas memórias e um presente cheio de amor em vez do medo.

O Curso ensina Ha uma tendência a fragmentar e depois se preocupar com a verdade de apenas uma pequena parte do todo”  Quando pensamos que temos vários problemas a serem resolvidos, nos estamos internamente  acreditando que somos separados, nos levando a pensar que cada um de nos tem problemas e soluções diferentes.  Esta maneira de ver a vida nos divide internamente e nos separa de todos os outros seres humanos. 

O sistema que o ego criou e tão complexo, tão complicado, que a solução e pensar que precisamos defender quem pensamos ser, ou atacar o que pensamos ser real para podermos sobreviver.

Sair deste labirinto cheio de soluções falsas não e difícil, desde que aceitemos que existe uma maneira melhor de ver os mesmos problemas que criamos.
Primeiro, temos que reconhecer que o problema da separação e imaginário.  Em eternidade nunca ocorreu. 

Segundo, aceitar que o ego existe.  E o resultados das suas experiências passadas, criando um “eu” falso.

Terceiro, acreditar que existe uma saída para os seus problemas.  Acreditar que não e um corpo, este pequeno “eu,” mas um Espírito de luz que pertence a eternidade.  Nesta eternidade somos todos ligados pela energia universal.

O próximo passo e aceitar e pedir ajuda ao Espírito, a parte sabia, santa dentro de si, que lhe ajude a sair da ilusão.  Pedir constantemente a esta parte divina, que lhe guie através da Sua visão para um mundo novo onde o amor prevalece.

O quinto passo e através da prece, meditação, os ensinamentos de perdão,amor, compaixão, elevar a sua mente a realidade.

Ver o corpo, não como uma barreira entre duas pessoas, mais um veiculo para estender amor, que pode ser usado para eliminar a barreira da ilusão e separação.  Vendo a sua união com outro Espírito na sua mente, e outra maneira de eliminar a separação.

Perdoar atos do passado, eliminando a necessidade e a função do ego de estar sempre a procura de problemas “para resolver.”
Que eu reconheça hoje que o problema e sempre alguma forma de magoa que quero alimentar” lhe ajudarão a reconhecer que existe uma maneira melhor de se viver.

Não se esqueça de pedir ao universo, ao Espírito Santo, Jesus, Buda, ou qualquer outro Ser iluminado que lhe mostre a realidade de cada situação.  Aos poucos começamos a ver a realidade de cada situação, como ela e, não a criada pelo passado.

O ego vê o que e bom para si, o universo toma em consideração o bem estar de todos nos. 

Milagres são atos de amor.  Todos temos a capacidade de receber e oferecer amor.  O pecado não existe, apenas erros que cometemos em tempo e espaço, mas nunca em eternidade.

Esta passagem nos mostra a capacidade que temos e como podemos ajudar a elevar a vibração do planeta. “Eu te pedi para apresentar milagres e esclareci que os milagres são naturais, corretivos, curativos e universais.  Não ha nada que não possam fazer, mas não podem ser apresentados no espírito de duvida ou do medo. Quando tens medo de qualquer coisa, estas admitindo que ela tem o poder de ferir-te  Lembre-te de que onde esta o teu coração, ai esta também o teu tesouro.  Tu crês no que valorizas.  Se estas com medo, inevitavelmente estas valorizando de forma errada.  A tua compreensão dotara então todos os pensamentos com igual poder e inevitavelmente destruirás a paz......

Nega que qualquer coisa que não venha de Deus tenha a capacidade de afetar-te.”

O aspecto psicológico deste treinamento e muito profundo.  Treinando a mente a se ver como Espírito, ligado a todos, cria uma certeza interna de apoio, de confiança de não estar sozinho, isolado, vivendo como órfão nesta terra.
Aceitando que a energia abrange a tudo e a todos,  parte de um plano divino,  nos faz sentir internamente serenos e felizes.  A necessidade de atacar e defender vai aos poucos indo embora.  Aprendemos a tomar responsabilidade pelas as nossas ações, em vez de projetar e culpar outros pelos nossos problemas. 

Para muitos, a idéia que somos todos iguais e muito difícil de se aceitar, pois estamos sempre pensando que somos indivíduos, que de alguma maneira somos especiais.   O erro e pensar que precisamos ser seres isolados para valer alguma coisa.  Fazendo parte de um todo, podemos oferecer muito mais a humanidade, porque os aspectos negativos da personalidade terão desaparecido.