15 de dez de 2011

DEIXANDO O PASSADO IR EMBORA

DEIXANDO O PASSADO IR EMBORA

Muitas vezes escrevo sobre as dificuldades que temos em deixar o passado ir embora.

Dando um exemplo do que aconteceu comigo, talvez possa ilustrar o medo  e a dificuldade que senti tentando largar o passado para trás 

Ha dez anos atrás eu comecei a estudar Um Curso em Milagres. Depois de um mês  a minha vida começou a mudar.  Uma das decisões que tomei foi de participar das reuniões de Al Anon, dos doze passos. Como disse anteriormente, estes dois programas mudaram a minha vida completamente. 

Acho que as vezes indo ao fundo do poço pode ser uma lição dura, mas se deixarmos o universo nos reerguer os resultados são  positivos.  Isto foi o que aconteceu comigo.  Cansada de tentar viver sobre a vontade do ego eu decidi dar a mao para o universo me erguer.  

Meu pai foi uma pessoa maravilhosa, alias uma das melhores pessoas que conheci na minha vida, mas sofria de uma doença horrível, alcoolismo.  Vivendo neste tipo de ambiente me afetou profundamente, em maneiras que eu nem podia imaginar. Ate ouvir outras estorias  contadas por outras pessoas que passaram por experiências semelhantes foi que comecei a entender como pensava e como o ambiente que cresci tinha me afetado. 

Os benefícios que obtive indo a Al Anon foram tão positivos que por mais de cinco anos  participei quase que diariamente de suas reuniões. 

Imediatamente comecei a fazer os doze passos.  Escolhi uma amiga do grupo de Um Curso em Milagres para servir de líder e comecei a fazer os passos. 
Depois de fazer o inventario da minha vida no quarto passo e ler para ela  no quinto,  fiz uma lista de meus defeitos de caráter no sexto e no sétimo tinha que pedir ao universo para remover estes defeitos de mim. 

Quando cheguei no sétimo passo, empaquei.  Senti uma resistência enorme para pedir que os defeitos fossem removidos.  No começo não entendi porque estava fazendo isto, desde que os outros passos tinham ido tão depressa.

Na minha mente, inconscientemente, eu estava com medo de deixar o passado ir embora, para coisas novas se abrirem a minha frente. Toda vez que pensava em pedir eu via a minha frente um vazio, como se fosse um buraco se abrindo.    Tinha medo que as coisas mudassem e eu perdesse controle da situação.

Esta reação e muito comum entre aqueles que praticam o programa.  Ficamos com medo de deixar o passado  ir embora, mesmo  sabendo que os hábitos, as fantasias que criamos quando pequenos para sobreviver estes ambientes, tem causado tristezas imensas quando nos tornamos adultos.

Levei sete meses para finalmente confiar que o universo estava tomando conta de mim e acreditar que não poderia ser pior do que o passado tinha sido.  

Temos medo de desaparecer, de perder as memórias boas e mas, do futuro, dos nossos dramas, de mudar a vida que temos por pior que seja por outra desconhecida.  Não temos fe que o universo esta sempre tomando conta de nos se permitirmos. Estas barreiras que temos contra mudanças não são claras dentro de nos.  Leva-se tempo para descobrir o que estamos fazendo.  E muito sutil.

Mesmo hoje em dia, com todo o treino que tenho,  muitas vezes me dou conta que em algum aspectos ainda tenho medo de uma mudança.  Mas porque estou tão treinada a ver os truques do meu ego eu dou um chega pra la nele e prossigo o meu caminho.

Porem a idéia que controlamos a nossa vida e uma piada.  Não deixando o universo  usar sua energia livremente para nos levar ao tapete mágico, estamos como crianças sendo empurrados para a frente gritando e esperneando, em vez de caminhar com calma e fe de que a todos os momentos existe uma forca nos pegando pela mao para nos guiar na estrada da vida.  Por causa desta resistência muitos de nos acabam indo parar no fundo do poco  e outros não são felizes ou infelizes mas levam uma vida desejando alguma coisa dentro de si que não podem definir.   

Outro dia eu escreverei sobre as sombras dentro de nos e o que acontecem quando não queremos prestar atenção a elas.

Temos que levar o caminho espiritual seriamente, escolher viver na luz ou na escuridão, atrás das nuvens.  A escolha e nossa.  Ser carregado gritando e esperneando ou andando para a luz.  Feche os olhos e imagine o amor que existe a sua volta e dentro de si.

Amem

Nenhum comentário: