14 de dez de 2014


PORQUE O CAMINHO ESPIRITUAL PARECE SER TÃO DIFÍCIL?


Um Curso em Milagres ensina que somos perfeitos. A energia que temos pertence a todo o Universo. Ensina que temos apenas uma mente e se sentimos que somos separados uns dos outros é porque acreditamos na idéia insana que criamos. A ilusão separa, cria a divisão e solidão.
De alguma maneira neste pesadelo que vivemos certas crenças foram criadas durante milênios. Existe em cada um de nós um apego pelo que somos. Alguns aspectos são positivos, outros são bastante negativos. 

Muitos estudantes que estudam o Curso diligentemente, acreditando nos princípios ensinados, muitas vezes não entendem porque ainda acreditam na ilusão e apesar de muitos momentos de claridade, continuam a agir da mesma maneira, ter as mesmas reações quando os problemas surgem na vida diária.

A pergunta neste caso deveria ser.....O que esta impedindo a minha progressão espiritual? Porque, mesmo entendendo o que acontece comigo ainda estou preso ao pesadelo? Porque ainda vejo o meu irmão como um ser imperfeito? O que acontece com a minha mente quando posso sentir a perfeição do Universo, a perfeição do meu irmão, a minha perfeição por alguns minutos e esquecer como me senti dois minutos atrás porque estou tão envolvido na neblina que me rodeia, onde o ataque é a única saída para mim?

Estas são algumas das perguntas que fazemos durante o aprendizado. Gostaria de explorar com vocês as razões deste comportamento, este apego que temos a esta ilusão.

O Curso ensina que há muito tempo atrás, antes da ilusão, sabíamos quem éramos. O conhecimento dessa realidade por algum motivo foi colocada de lado e nos desligamos, (disassociate em inglês, palavra usada em psicologia) que representa uma decisão de esquecer. Só podemos nos desassociar de alguma coisa que sabíamos. “O que foi esquecido parece ser amedrontador porque esta separação, foi um ataque a verdade. Você esta amedrontado porque você esqueceu. Você substituiu o seu conhecimento pela a idéia da ilusão, você esta com medo da dissociação, separação, não do que você se desassociou.(conhecimento) Até no mundo da terapia, quando a dissociação é aceita ela para de assustar, porque as leis da mente sempre prevalecem. “(Hold)

Esta clarificação do Curso é extremamente importante porque neste conflito existe a resistência da mente a mudanças. Existe um sentimento profundo de culpa pelo que fizemos no passado, e medo. Estes sentimentos impedem os esforços feitos para promover a mudança interna.

Para que esta dinâmica se modifique o Curso ensina: “Ofereça ao Espírito Santo (que é a sua parte divina, a sua realidade) o seu desejo, a sua disposição de lembrar, porque Ele retém o conhecimento de Deus e de você por Deus na sua memória, esperando a sua aceitação. Desista com alegria TUDO que possa estar impedindo a sua lembrança, porque Deus esta em sua memória e Sua Voz dirá que você é parte Dele, quando você estiver disposto a lembrar Dele”....... “Se lembrar nada mais é do que restabelecer em sua mente o que já existe.”

O sentimento de culpa das ações do passado é imenso. Quanto mais nos aproximamos da luz, mais agitados as vezes sentimos. Aceitando que existe um sentimento de culpa e entregando à Força do Universo, eventualmente esta decisão vai nos levar a Luz. Este sentimento de culpa, abre um espaço para a confusão criada pela mente egóica, num mundo influenciado pelo estado egóico.

As melhores intenções que temos, os momentos de claridade que sentimos, são apenas momentos. Precisamos de uma mudança radical de pensar para que as boas intenções os momentos lúcidos sejam permanentes.

O Curso diz que podemos mudar em um instante se quisermos. Poucos ouvem este chamado e conseguem esta transformação. A maioria de nós vai se movendo aos poucos. Porém o que descrevi acima é o passo mais importante para o resto do processo poder ser constante.

*Traduzi passagens do Um Curso em Milagres no formato original. Não confundir com a versão publicada por Wapnik. Esta versão foi publicada pelo Course in Miracles Society que preservou o texto no formato original como foi ditado inicialmente. Uma das grandes diferenças é a preservação dos comentários feitos sobre Freud e o uso da psicologia em referência ao Curso.

Nenhum comentário: