10 de abr de 2012

SOMBRAS



Uma das coisas mais difíceis de se fazer quando embarcamos num processo psicológico/espiritual  é olhar para traz, ir ao passado e reconhecer que erros foram cometidos.  Aceitar responsabilidade por uma ação pode ser muito difícil, porque algumas destas recordações são muito doloridas e o sentimento de culpa muito grande, trazendo muitas vezes vergonha e tristeza.

Mas é essencial trazer estes problemas que estão escondidos na escuridão para a luz. Pedindo o auxilio do Espírito Santo, que é parte da sua mente ligada ao Universo lhe ajudara neste trabalho. Essa parte Santa que existe dentro de si, facilitará este processo, trazendo esclarecimento e ajuda a todas as situações.

Este processo tem que ser acompanhado pelo perdão e a compaixão.  Porque a pessoa que cometeu o erro naquela ocasião, no passado, não estava em sua mente sã, mas sobre a influência egóica.   O ego vai sempre querer usar estas lembranças para incentivar a culpa. Nestas horas temos que pedir ao Espírito Santo que nos ajude a ver a realidade da situação. No universo não existe culpa.  Aceitar responsabilidade por erros cometidos é diferente porque reconhecemos a nossa parte em todas as situações em vez de sempre assumir o papel de vítima. Reconhecer que existem sentimentos escondidos na escuridão não significa que precisamos nos flagelar, apenas entender porque em determinadas situações escolhemos interpretar o que estava acontecendo de uma maneira que nos trouxe vergonha, culpa, medo etc. 

Geralmente, quando procuramos conscientemente um caminho espiritual para percorrer, é porque reconhecemos em algum nível da mente que precisamos de ajuda, que chegamos a um ponto que não podemos manejar os problemas do passado sozinhos.

Conscientemente procuramos apoio em ensinamentos espirituais, grupos, terapia de apoio etc.  Por um tempo nos sentimos amparados e aliviados e sentimos um grande alívio interno e muitas vezes paz.    Muitos se agarram aos benefícios iniciais oferecidos pela espiritualidade, como paz e tranqüilidade, sentimentos muitas vezes ausente no dia dia da vida, para pensar que as coisas que estavam dentro da escuridão foram embora.

Entretanto, o universo continuamente trará situações para serem lidadas, enfrentadas, para forçar a pessoa a aceitar que ainda existem coisas do passado que não foram resolvidas. Muitas vezes o ego esconde os ressentimentos acumulados durante anos de experiências passadas, guardados um pouco abaixo da superfície do consciente, muitas vezes mascarados como sentimentos de amor.  

Este é um dos truques usados pelo ego para não assustar a mente que não esta bem.  Nesta caso, mesmo que a pessoa reconheça os seus ressentimentos ela pode dizer a si mesma que apesar destes sentimentos existe amor na sua vida.

É necessário lidar com as sombras do passado, os fantasmas que estão constantemente esperando serem reconhecidos e aceitos, e trazer a luz.
Todos temos os nossos fantasmas, todos temos as sombras.  Negar esta parte da mente, ou dizer que a espiritualidade mudou a sua vida, quando ainda não lidou com este passado é querer se enganar.

O trabalho tem que ser feito internamente, muita responsabilidade tem que ser aceita pela maneira que pensamos ou agimos,  para eventualmente sentirmos o alivio interno oferecido pelo o universo.

Muitas vezes o universo nos da uma pausa para que possamos sentir uma certa tranqüilidade por algum tempo, mas eventualmente o processo começa novamente.  O universo esta nos dizendo que é hora de olharmos novamente dentro da escuridão e trazer à tona mais algumas coisas que tiram a paz de espírito. 

Em resumo, tomar responsabilidade pelas nossas ações passadas e imprescindível para a nossa felicidade presente.

Nenhum comentário: